AMD, indiferente aos fantasmas, segue o jogo na CES 2018 (APUs, Ryzen2, Threandripper, Navi 7nm e mais…)

A AMD deixou cair a cortina na CES no domingo, revelando seus planos sobre a continuidade da marca Threadripper, seus núcleos, Zen 2, Zen 3 e suas GPUs de 7nm da próxima geração. A empresa até exibiu um novo chip Vega móvel. E essa não é a lista completa dos próximos produtos da empresa, que inclui duas novas APUs Ryzen com gráficos Vega integrados.

O resumo executivo é que a AMD é séria em recuperar sua reputação de chips rápidos. “Para nós, é tudo sobre computação de alto desempenho”, disse Lisa Su, CEO da AMD. “A computação de alto desempenho é absolutamente a parte mais excitante da indústria de semicondutores hoje”.

Ryzen APUS com gráficos Vega

Para todas aquelas pessoas obcecadas com a construção do PC de jogo de orçamento reduzido, os dois novos chips de baixo custo da AMD os tornarão felizes.

  • O Ryzen 5 2400G apresentará quatro núcleos com SMT e executará em clock base de 3.6GHz com um Turbo para 3.9GHz. No lado dos gráficos, ele apresentará 11 unidades de computação (CU) baseadas em Vega e chegará ao mercado por US $ 169 a unidade.
  • O Ryzen 3 2200G terá quatro núcleos sem SMT e executado em clock base de 3.5GHz e no modo Turbo, alcançará no máximo de 3.7GHz. Para gráficos, ele terá 8 CUs e será vendido a US $ 99.

O Ryzen 5 2400G oferecerá desempenho em jogos comparável a um Intel Core i5-8400 e uma GeForce GT 1030 em muitos jogos. Por US $ 169, custará muito menos do que os $ 288, preço do combo Intel e Nvidia.

As duas APUs novas estarão disponíveis em fevereiro, disse a AMD. Ambos os APUs são totalmente compatíveis com placas-mães de série 3 existentes, mas exigirá atualizações do BIOS antes de funcionar.

A AMD disse que as próximas placas-mães construídas a partir do novo chipset X400 também funcionarão como as novas APUs. Detalhes do chipset X400 não foram lançados. Espera-se que melhore o suporte para CPUs Zen +, mas provavelmente será uma atualização evolutiva.

zenplus

AMD

A AMD disse que este outono você verá uma CPU Ryzen melhorada construída em um novo processo de 12nm.

Zen+ chegando no segundo trimestre

A AMD disse que uma nova reformulação do seu processador Ryzen, chamado Zen +, chegaria em abril, usando um novo processo de 12nm em vez do processo atual de 14nm. A empresa não explicou a nomenclatura, mas afirmou que as CPUs assumiriam uma posição mais altas do que os chips atuais baseados no Zen. Os novos chips contêm o controle de freqüência mais recente, Precision Boost 2, e reforçados com a aceleração XFR2 aperfeiçoada. Os novos chips também incluirão um cache aprimorado, e a velocidade da memória e melhorias de latência também. Tudo dito, segundo fontes não oficiais, esperar-se pelo menos um aumento de 10% no desempenho.

Roteiro Zen 2 e Zen 3

Com o Zen+ saindo, a AMD disse esperar o Zen 2 em 2019 usando um novo processo de 7nm. Um ano depois, o Zen 3 irá sair usando um processo de 7nm+ melhorado. Os detalhes dos chips ainda estão longe demais para revelar, mas a cúpula da AMD disse esperar que eles ofereçam muito mais do que os incrementos usuais de desempenho de 7 a 8 por cento que vimos com as atualizações típicas da “indústria”. Essa é a maneira abreviada da AMD instigar a Intel.

zen uplift

AMD

A AMD espera que suas CPU lançadas até 2020 superem os aumentos de desempenho típicos de 7% a 8% que já vimos na indústria. 

Threadripper 2-gen

Para os usuários avançados que procuram um pouco de desempenho, a AMD disse esperar uma nova versão de sua programação Threadripper. Mais uma vez, os detalhes do Threadripper 2-gen são poucos, mas a empresa colocou seu lançamento no segundo semestre de 2018, o que sugere que seus núcleos Zen+ poderiam ser a base de qualquer chips atualizados da Threadripper.

7nm Vega, 7nm Navi e mais

A AMD também não ignorará os seus clientes gráficos e disse que este ano veria seu primeiro chip Vega baseado em 7nm. Gamers, infelizmente, não serão os primeiros a obtê-los: as primeiras peças da Vega de 7n são voltadas para os clientes de aprendizagem de máquina e eles os testarão ainda este ano.

No mapa gráfico oficial da AMD, Navi é mais recente núcleo gráfico, também construído em um processo de 7nm e, em seguida, um núcleo gráfico sem nome criado em um processo de 7nm+.

mapa gráfico

AMD

Parece que o Navi, baseado em 7nm, deve aparecer em 2019 ou mais cedo

Vega Mobile é GPU discreta também

A AMD e a Intel revelaram recentemente um chip gráfico personalizado da Radeon, mas a Intel não será a única a obter gráficos com base em Vega. A AMD anunciou uma pequena GPU de chips móveis Radeon Vega. Como o Vega desktop, o Vega Mobile usa a memória HBM2. Tem tamanho pequeno e não medirá mais de 1,7 mm de altura. A AMD disse que o chip destina-se a estação portátil e finas de alto desempenho para jogos.

p1260814

AMD

A CEO da AMD, Lisa Su, apresentando o mais recente chip móvel Radeon Vega da empresa.

Fonte: PCWorld.com

Bookmark the permalink.