É bem fácil criptografar seus emails com a nova ferramenta do ProtonMail

O ProtonMail, serviço de email favorito entre defensores da privacidade, devido ao uso automático de criptografia de ponta-a-ponta, lançou um novo produto com o objetivo de trazer o mesmo nível de privacidade para os clientes de email de desktop mais populares.

A empresa, que fica em Genebra, chamou seu novo aplicativo de ProtonMail Bridge e está destacando a possibilidade de “revolucionar o email criptografado” por meio de sua integração com o Thunderbird, Microsoft Outlook e Apple Mail. Na real, a empresa está tentando dizer que é fácil demais proteger suas mensagens. O ProtonMail espera atrair os usuários que desejam a segurança da criptografia mas não têm tempo e paciência necessários para aprender como utilizar manualmente o PGP, o padrão de ouro da criptografia de emails.

“O ProtonMail Bridge é uma ponte entre os mundos descriptografados e criptografados em um modo que permite que o usuário comum se beneficie da segurança extra e da privacidade da criptografia de ponta-a-ponta sem precisar fazer nenhuma alteração no comportamento de uso de seu cliente de email”, disse o cofundador da ProtonMail, Dr. Andy Yen, em um comunicado. “A criptografia de emails não é mais limitada a pessoas experientes com tecnologia e usuários avançados.”

A empresa, que oferece contas de email gratuitas e se apoia em tecnologia de código-aberto, diz que o “Bridge” age como uma camada entre o cliente de email – Outlook, por exemplo – e os servidores do ProtonMail. Uma vez que o Bridge criptografa os emails no dispositivo em si, em nenhum momento as mensagens são enviadas em um formato desprotegido.

Para aqueles que já estão familiarizados com o PGP, o ProtonMail Bridge é, basicamente, uma alternativa simples que exclui a necessidade de compartilhar chaves públicas, publicar sua digital PGP para verificações ou quaisquer outros passos trabalhosos que tornam o PGP meio irritante (honestamente, o PGP não é tão difícil assim). O lado negativo desse caso é que, tanto você quanto a pessoa que receberá a mensagem precisam usar o ProtonMail para se beneficiar da funcionalidade de criptografia de ponta-a-ponta.

Mas mesmo que o seu destinatário não esteja utilizando o ProtonMail, existem alguns benefícios. O serviço utiliza “criptografia de zero acesso”, o que significa que o pessoal do ProtonMail, ao contrário do pessoal do Google, não pode ler seus emails. Eles também afirmam não monitorar nenhuma das atividades dos usuários, “nem mesmo o endereço de IP”.

Ainda permanecem algumas ameaças aos seus emails secretos, no entanto. Uma vez que a criptografia e a descriptografia das mensagens acontecem localmente no seu computador, se ele for comprometido por um hacker, a mensagem talvez se torne acessível.

Além dos clientes mais populares, o ProtonMail Bridge suporta qualquer cliente de email IMAP no Windows e no macOS, segundo a empresa. E uma versão para usuários de Linux estará disponível no início do ano que vem.

Fonte: Gizmodo

Tagged , , , , . Bookmark the permalink.