AMD confirma que a 2ª geração de processadores Ryzen serão compatíveis com as placas AM4

Em entrevista ao Overclockers (UK), James Prior, gerente sênior de produtos da AMD, confirmou uma excelente notícia para aqueles usuários que já utilizam um processador Ryzen. A segunda geração dessa família de chips que representa a retomada da gigante de Sunnyvale para o mercado de CPUs de alta performance manterá a compatibilidade com as placas-mãe AM4 através do update da BIOS. Isso significa que aqueles que utilizam, por exemplo, o Ryzen 1700X, poderão fazer o upgrade para algum novo modelo da nova geração mantendo a mesma placa.

Além de manter a compatibilidade com os Ryzen de 2º geração, codinome “Pinnacle Ridge” que provavelmente serão baseados no processo de fabricação FinFET de 12nm (os Ryzen atuais são FinFet 14nm), o socket AM4 deve ser estendido até 2020. Esses novos processadores manterão a mesma arquitetura Zen, porém revisada, chamada pela AMD de Zen+.

Provavelmente mais duas ou três gerações de chips dessa família serão compatíveis com essas placas. Porém, a compatibilidade de um processador com uma placa-mãe não depende apenas do socket, há o fator chipset, que é a base para a placa “conversar com o processador”, e é evidente em em futuras gerações a AMD terá que lançar novos chipsets, exigindo novas placas, mesmo com o socket com a mesma pinagem.

A expectativa é que os novos processadores Ryzen sejam apresentados em janeiro, durante a CES 2018.

Fonte: Hardware

Tagged , , , , . Bookmark the permalink.