AMD: Novo núcleo Excavator será mais compacto, mais rápido e mais eficiente energeticamente

Fontes revelam algumas prévias da próxima geração de APUs da AMD, codinome “Carrizo”, sucessor da Kaveri, que também será construída usando processo atual de 28nm. Essas divulgações causam uma certa ansiedade, já que a empresa garante ganhos expressivos com relação ao seu último projeto “Kaveri” principalmente num dos itens de maior relevância para chips orientados para computadores móveis, o baixo consumo, e a AMD afirma ter conseguido isso compactando ainda mais seu núcleo, agora atende por Excavator, que mesmo usando transistores de 28nm foi possível reduzir a Unidade de Pontos-Flutuantes e Agendador em 38%, a unidade FMAC em 35% e o Controlador de Instrução-Cache em outros 35%, tudo isso resultou num chip 23% menor.

“Carrizo” em si, usa uma pilha de metal de alta densidade otimizada para GPU, o que contribui com a compactação. Cada módulo “Escavadeira” possui partes inteiras ou compartilhadas de dois núcleos de CPU x86-64, que são estruturados muito, da mesma forma que as três gerações anteriores de núcleo de CPU da AMD.

Bom, se você pensou que a AMD fez economia de transistores para Carrizo, pensou errado. Carrizo possui 3,1 bilhões de transistores (Haswell-D tem 1,4 bilhão de 22nms 3D). Outra façanha interessante é que a AMD conseguiu reduzir em 18% fugas em relação à geração anterior, utilizando componentes RVT mais rápido, que permite velocidades de 10% mais Clock ao mesmo Power-Draw (como “Kaveri”). Um novo algoritmo de tensão-adaptável tensão reduz o consumo da CPU em 19%, e iGPU em 10%. AMD introduziu alguns novos estágios de baixa consumo otimizados para dispositivos móveis, como tablets superiores a 9 polegadas e notebooks ultracompactos, o que reduz a oferta geral de energia para menos de 1.5W quando em marcha lenta, e um pouco mais de 10W quando ativo. Ao todo, a AMD está prometendo a 5% mais IPC do núcleo Excavator sobre Steamroller somados a consumo reduzido em 40% e uma área do die 23% inferior.

A GPU integrada é mais recente do que a atual em “Kaveri.” Ela possui 8 núcleos, ou se preferir, CU (Unidades Computacionais que resultam em 512 processadores stream) baseados na mais recente arquitetura de Núcleos Gráficos GCN 1.3 que trás suporte às APIs Mantle e DirectX 12 e aceleração via Hardware H.265, com mais de 3,5 vezes maior desempenho em transcodificação com relação a “Kaveri.” Para os usuários notebook e tablet, a AMD está prometendo melhorias “percentuais de dois dígitos” na vida da bateria.

Claro, não vamos encontrar facilmente o nome Carrizo nas especificações de notebooks, netbooks ou tablets, Carrizo é a forma como a AMD denomina o die da APU, esse mesmo die pode dar origem a vários produtos comerciais os quais listaremos abaixo:

 

  • AMD FX-8800P
  • AMD FX PRO-8800B
  • AMD A10-8700P
  • AMD A8-8600P
  • AMD A6-8500P
  • AMD PRO A10-8700B
  • AMD PRO A8-8600B
  • AMD PRO A6-8500B

Não preciso nem dizer que AMD FX-8800P será o top, com todos os recursos que tem direito, o famoso carro-chefe. Esse chip tem um CPU com clock bastante baixo (1,7GHz com Turbo Core de 2,1GHz) comado a uma i-GPU da família R7 com 512 processadores de fluxo, mas não tire conclusões precipitadas, baseado-me num benchmark sintético, esse camarada tem poder semelhante a uma HD 5770 no que depende de processamento gráfico.

3dmark 11

 

Outras informações à respeito de Carrizo devam surgirem ao longo desses próximos meses que antecedem seu lançamento e nós acompanharemos, para aqueles que desejam informações mais técnicas, abaixo deixarei vários slides oficiais com informações mais precisas.
Até então, sabe-se que o núcleo Excavator deva ser ordenada apenas para integradores de notebooks ou portáteis, mas claro que todos esperamos APUs para o publico desktop e pelo menos uns 3 módulos Excavator por die para soquetes AM4.

64a 64b 64c 64d 64e 64f 64g

 

 

Fontes: Techpowerup.com/WccfTech.com

 

Tagged , . Bookmark the permalink.