Estádio do Palmeiras vai receber a grande final do Brasileiro de League of Legends em 2015

A Riot Games divulgou o calendário de 2015 das competições oficiais de League of Legends no Brasil. Serão, ao todo, três grandes eventos, sendo o principal deles – a final do Circuito Brasileiro de LoL (CBLoL)- realizado no Allianz Parque, o estádio do Palmeiras.

Para a temporada 2015, a Riot deu uma mexida na fórmula das suas competições oficiais. Serão duas etapas – uma realizada até abril e a outra até agosto – além de pequenas competições com equipes menores que podem ganhar uma vaga no CBLoL. Por fim, em novembro, uma terceira etapa comemorativa fechará o ano de LoL no Brasil. Mas vamos ver como será cada uma dessas etapas com calma.

Primeira etapa

A partir de 17 de janeiro, oito equipes participarão da primeira etapa do CBLoL. As cinco melhores posicionadas estarão automaticamente classificadas para a segunda etapa. As três piores colocadas vão brigar com equipes do circuito desafiante pelo direito de disputar a segunda etapa (falaremos mais sobre isso em breve).

Os participantes já foram definidos:

paiN Gaming
Keyd Stars
KaBuM eSports
CNB eSports Club
INTZ Team
KaBuM Black
Jayob eSports
Dexterity eSports

A vencedora – que será coroada campeã brasileira de League of Legends – receberá ainda um prêmio de R$ 60 mil. A grande final acontecerá no dia 18 de abril no Centro de Convenções Florianópolis, na capital de Santa Catarina, e a expectativa é que entre 3 e 4 mil pessoas estejam presentes na decisão.

Circuito do Desafiante

Paralelamente à primeira etapa, algumas pequenas competições farão parte do Circuito do Desafiante. Nele, equipes pequenas se enfrentarão em busca de uma vaga na segunda etapa. É mais ou menos como uma “segunda divisão”, ou “divisão de acesso”. Esses eventos são organizados por parceiros da Riot e darão pontos para a classificação geral. As três equipes com mais pontos enfrentam as três piores colocadas da primeira etapa, e os vencedores desses duelos se juntarão às outra cinco equipes já garantidas na segunda etapa.

Segunda etapa e a briga pelo Mundial

A fase decisiva do CBLoL começa dia 23 de maio, e aí o bicho pega. Serão novamente oito equipes em partidas semanais transmitidas pela internet.

Em 2014, a grande final do Brasileiro de LoL foi no Maracanãzinho, no Rio, e juntou mais de 6 mil espectadores. A Riot aposta em dobrar esse número em 2015, e em um espaço muito maior. No dia 1 de agosto, o Allianz Parque, estádio do Palmeiras, receberá a grande decisão, com a expectativa de 12 mil espectadores. O vencedor leva o prêmio de R$ 60 mil, e ainda poderárepetir os passos da Kabum e defender o Brasil no Mundial de LoL.

Etapa Comemorativa

Em novembro, após a disputa do mundial de LoL, a Riot fará uma competição comemorativa com equipes que mais se destacaram durante o ano. Essa etapa – que novamente dará prêmios em dinheiro – será realizada em dois dias: 21 e 22 de novembro, na Goiânia Arena, em Goiânia.

Estúdio de transmissão e planos de crescimento

A Riot não está para brincadeira e aposta alto nas possibilidades de crescimento de LoL no Brasil. Não apenas a empresa está colocando uma grana pesada em premiações (em 2015, o total distribuído em prêmios para as melhores equipes será de R$ 570 mil) como também está criando toda uma estrutura que pode beneficiar os jogadores.

Um deles é o estúdio e canal de transmissão de League of Legends. Serão cerca de 30 horas semanais de partidas – tanto brasileiras quanto de torneios de outras partes do mundo – com narradores, comentaristas, analistas e apresentadores contratados. Os jogadores vão recebermedia training para saber como se portar melhor diante da imprensa. Jogos brasileiros serão transmitidos todos os sábados e domingos.

A Riot acredita que a criação do estúdio é uma excelente maneira de dar condições para as equipes brasileiras crescerem. Basicamente, com uma agenda definida e partidas sendo transmitidas com qualidade, a Riot acredita que mais empresas se interessarão em patrocinar equipes de eSports no Brasil – o que daria oportunidade para as que já existem crescer, assim como pode atrair mais gente para o mundo dos eSports.

Fonte: Kotaku

Tagged , , , , , . Bookmark the permalink.