Hackers derrubaram PSN e Xbox Live como ação de marketing para vender ataques DDoS

O grupo de hackers Lizard Squad reivindicou a autoria do ataque que derrubou a PlayStation Network e Xbox Live durante o Natal. Agora, eles estão oferecendo ataques DDoS como um serviço pago, que custa a partir de US$ 3 mensais.

Parece que o Lizard Squad usou os ataques da semana passada como marketing para testar o serviço que eles passaram a vender. No momento, só é possível pagá-lo com Bitcoins, que são bem difíceis de rastrear.

https://twitter.com/LizardMafia/status/549885788394377218

O recém-lançado “Lizard Stresser” permite desencadear um ataque DDoS em uma rede que pertença a você. A ideia é ver se seus servidores aguentam o fluxo de tráfego, mas o serviço teoricamente poderia ser usado contra qualquer site.

O Lizard Stresser permite derrubar um site por até 100 segundos pagando US$ 2,99. Se você quiser atacar um servidor por oito horas, o preço é US$ 69,99.

O Lizard Squad diz que este serviço não é uma ferramenta para ser usada de forma maliciosa. Os termos de serviço estipulam o seguinte:

É concedida permissão para testar servidores e redes que pertencem a você. Esta é a oportunidade para melhorar seus firewalls, não para violar a lei. Esta é uma licença dada a você, e qualquer coisa que você fizer enquanto acessar http://lizardstresser.su/ é de sua própria responsabilidade, não nossa.

Para evitar usos indevidos, o Lizard Squad aparentemente impede que os usuários usem uma VPN que esconda onde eles estão.

Mas se o Lizard Squad está tão preocupado em impedir que você ataque servidores de outras empresas, então por que eles dizem ter atacado redes da Sony e Microsoft? E por que eles aindaqueriam se infiltrar na rede anônima Tor?

O especialista em segurança Brian Krebs acredita ter identificado os dois principais membros do Lizard Squad. Eles seriam Julius Kivimäki, 16, da Finlândia; e Vinnie Omari, 22, do Reino Unido. Kivimäki aparentemente foi detido há um ano por rodar uma botnet com mais de 60.000 servidores hackeados.

Fontes dizem ao Daily Dot que o FBI está investigando o caso. [The Daily Dot]

Fonte: Gizmodo

Tagged , , , . Bookmark the permalink.