Essas são as séries de TV que a Microsoft está criando para o Xbox

Documentaristas premiados com Oscar. Jogadores lendários de futebol. Os caras que criaram Robot Chicken. Estas sãso as pessoas que a Microsoft está reunindo para a criação de séries de TV exclusivas.

Apesar de já termos confirmado há algum tempo que a Microsoft iria entrar no ramo da produção de séries e documentários, é bem estranho saber que a mesma empresa que faz o Windows e o Kinect está investindo pesado no mercado televisivo.

Na última semana, em um encontro com os executivos da Microsoft Nancy Tellem e Jordan Levin, eu vi alguns clipes de alguns programas que estão em desenvolvimento pela Xbox Entertainment Studios. Esta nova divisão está produzindo comédias, dramas de ficção científica, documentários e reality shows de aventura para se juntar a empresas como Netflix e Amazon na tentativa de oferecer entretenimento de qualidade por streaming. Sabe a escavação no Novo México que resgatou milhares de cartuchos do jogo E.T. para Atari? É parte de uma série de documentários que será exibida no XBox.

Nancy Tellem e Jordan Levin são veteranos da TV. Ela trabalhou na direção da rede CBS de 1997 a 2012 e ajudou a fundar e criar a WB Network, atualmente conhecida como CW. Mas o modo de assistir TV mudou dramaticamente nos últimos anos. “Estamos em um momento desafiador”, explicou Tellem enquanto conversava sobre o cenário televisivo em que essas séries irão estrear. Os Xbox Originals, como estão sendo chamados os documentários e séries produzidos pela Microsfot, vão precisar ter alguma diferenciação para se destacar, e Tellem e Levin estão buscando inspiração no hardware de games da Microsoft.

Veja a lista de projetos confirmados pela Microsoft

Signal to Noise
Um documentário dividido em seis partes que vai “expor histórias pouco conhecidas de como a tecnologia moderna alterou radicalmente a forma como interagimos com o nosso mundo”. O primeiro capítulo traz a história da decadência da Atari nos anos 80, incluindo o enterro de milhares de cartuchos de E.T. no deserto do Novo México.

A primeira parte de Signal to Noise será lançada com exclusividade no Xbox One e no Xbox 360 ainda em 2014.

Halo, o filme
Bom, é basicamente um filme sobre Halo produzido por Ridley Scott (Blade Runner) e dirigido por Sergio Mimica-Gezzan (Battlestar Galactica).

O filme está programado para ser lançado até o fim deste ano

Halo, a série
Além do filme baseado em Halo, a Microsoft também está produzindo uma série baseada na franquia. A série será dirigida e produzida por ninguém menos do que Steven Spielberg!

Ainda não há data oficial de lançamento para a série

Every Street United
Esse reality show deve agradar os fãs de FIFA. Os jogadores Thierry Henry e Edgar Davis viajam o mundo em busca dos melhores jogadores anônimos em quadras de pelada e streetsoccer. Os dois jogadores vão passar por Estados Unidos, Inglaterra, Argentina, Espanha, Holanda, Gana, Coreia do Sul e Brasil. O melhor jogador de cada país irá disputar um 4v4.

A série será lançada em junho deste ano para aproveitar o hype da Copa do Mundo aqui no Brasil. São oito episódios de 30 minutos disponíveis em no Xbox Video para Xbox One, Xbox 360, Windows 8 e Windows Phone 8.

Bonnaroo
Fãs de música (e donos de Xbox) vão poder curtir o 13º Bonnaroo, um festival de música nos EUA, ao vivo. Os três dias de festival – 13 a 15 de junho – serão transmitidos ao vivo e de forma interativa, ou seja, vai ser possível escolher o palco exibido e participar de conversas com outros espectadores. Entre os shows já confirmados estão Elton John, Kanye West, Jack White, Vampire Weekend, The Avett Brothers, Phoenix, Skrillex, Arctic Monkeys e muitos outros.

Humans
Essa é uma aposta meio estranha da Microsoft. Humans é uma adaptação em inglês do drama de ficção científica sueco Real Humans. A série se passa em um futuro em que todos têm escravos robôs, mas eventualmente esses robôs (que são bem parecidos com sex dolls) passam a ter sentimentos.

Humans terá oito episódios de uma hora de duração, e ainda não há data oficial de lançamento.

Veja abaixo a lista de projetos em desenvolvimento:

Deadlands
Uma história alternativa do Velho Oeste americano com atiradores zumbis, cientistas malucos, sociedades secretas e feiticeiros. O script do episódio piloto ainda está em desenvolvimento.

Extraordinary Believers
Uma comédia dos criadores de Robot Chicken em que três personagens fantasiosos em animação são inseridos digitalmente em uma série do tipo Polícia 24 Horas. Eles estão em busca de alguns cogumelos mágicos para voltar para casa. Ou algo parecido.

Fearless
Fearless é um reality show sobre um soldado de elite australiano que perdeu um braço e uma perna durante um ataque de tubarão. O cara agora tem um braço e uma perna biônicos e roda o mundo em busca de indivíduos que arriscam a vida para tornar o mundo melhor, como bombeiros paraquedistas e “caçadores de caçadores” na África.

Gun Machine
É um thriller de investigação baseado no bestseller de mesmo nome escrito por Warren Ellis. Na narrativa, um detetive segue um serial killer que está ligado a um conjunto misterioso de armas usados em assassinatos famosos de Nova York. O roteiro do piloto ainda está em desenvolvimento.

Winterworld
Uma Era do Gelo congelou a Terra e os humanos que conseguiram sobreviver formaram tribos que lutam, escravizam, e negociam com outras tribos em um esforço para sobreviver ao inverno infinito. O script do piloto ainda está em desenvolvimento.

Untitled JASH Comedy
Um programa de humor criado pelo coletivo Jash, que inclui Michael Cera, Sarah Silverman, Reggie Watts e Tim & Eric. Em cada episódio, um comediante do coletivo vai fazer a “curadoria” de um novo e desconhecido talento em vários formatos de vídeo. Sarah Silverman vai estrelar o piloto e a produção começa em junho.

O Xbox Entertainment Studios quer criar experiências interativas para a maioria dos projetos em andamento. Para o reality show de aventuras Fearless, por exemplo, os usuários vão poder criar edições com cortes alternativos do episódio usando as imagens das câmeras GoPro que registraram a ação. Então, se você quiser ver um outro ponto de vista quando Paul De Gelder, um ex-soldado de elite australiano que agora explora outras profissões que desafiam a morte, você vai ter essa possibilidade.

Levin afirmou que ter conteúdo feito especificamente para um aparelho interativo como o Xbox One permite uma integração maior da experiência do público com as redes sociais. Uma das funcionalidades que eles estão explorando é um sistema de comentários que deixa arquivado as reações das pessoas que já assistiram a um episódio que já foi ao ar.

Tellem e Levin também explicaram que estão estudando implementar pesquisas em tempo real para algum shows, do mesmo jeito que fizeram durante os debates presidenciais de 2012. Algumas dessas funcionalidades interativas podem ser específicas para um show individualment, enquanto outras devem ser implementadas em todos os programas da plataforma. Tellem tabém falou que há uma disussão interna na empresa sobre quais tipos de conteúdos ficarão atrás de um “paywall”, ou seja, disponível apenas para assinantes. Quando o Xbox transmitir o Bonnaroo Music Festival em junho, por exemplo, não haverá cobrança.

Sobre os programas que já estão sendo produzidos, é fácil identificar que eles têm como público alvo jovens homens que provavelmente já possuem um Xbox 360 ou um Xbox One. Mas Nancy Tellem aposta que, com o tempo, a programação vai ficar mais abrangente a ponto de trazer pessoas novas para a plataforma, assim como Game of Thrones atraiu um novo tipo de audiência para a HBO.

Um teaser que foi exibido durante a apresentação também mostrou que alguns spin-offs de jogos exclusivos de Xbox, como Forza Motorsport e State of Decay, estão praticamente confirmados. Os dois executivos explicaram que os parceiros criativos da Microsoft estão trabalhando para levar essas ideias para a frente.

No momento, é difícil prever se a Microsoft tem um House of Cards ou um Orange Is the New Black (duas séries da Netflix) na manga para iniciar seu portfólio. Levin disse, no entanto, que entrou nesse negócio para ver os frutos a longo prazo. “A Microsoft sabe ser paciente. Sabemos que este é um processo longo”, disse.

Fonte: Kotaku

Tagged , , , , , . Bookmark the permalink.