OpenGL e DirectX preparam as armas para enfrentar o AMD Mantle

O AMD Mantle impressionou exibindo alto ganho de performance no Battlefield 4 e no utilitário de benchmark StarSwarm, próprio para medir a performance desta nova API. A promessa é de que uma boa variedade de novos lançamentos em games sejam compatibilizados com o MANTLE, segue uma lista aproximada de quais são:

Liberados com MANTLE ou em vias de receber o patch

  • Battlefield 4 – (Desenvolvido por DICE/Frostbite Team)
  • Thief – (Desenvolvido por Eidos), aguardando patch
  • Need for Speed Rivals — (Desenvolvido por Ghost Games), aguardando patch

Não lançados

  • Star Citizen – (Desenvolvido por Cloud Imperium Games, Behaviour Interactive)
  • Plants vs. Zombies: Garden Warfare –(Desenvolvido por PopCap Games)
  • Sniper Elite 3 – (Desenvolvido por Rebellion)
  • Dragon Age: Inquisition – (Desenvolvido por BioWare/Frostbite Team)
  • Havana (codinome) – (Desenvolvido por Visceral Games/Frostbite Team)
  • Mars (codinome) – (Desenvolvido por Mohawk Games/Oxide Games)
  • Mass Effect (sem título) – (Desenvolvido por BioWare/Frostbite Team)
  • Mirror’s Edge 2 – (Desenvolvido por DICE/Frostbite Team)
  • Star Control – (Desenvolvido por Stardock/Oxide Games)
  • Star Wars: Battlefront — (Desenvolvido por DICE/Frostbite Team)
  • Jogo não identificado — (Desenvolvido por Oxide Games)

Na ultima semana rolaram algumas informações sobre as apresentações que irão ocorrer na GDC2014 sugerindo que OpenGL e DirectX vão receber novas atualizações que visam também diminuir a dependência da CPU assim como o AMD Mantle está fazendo.

Na GDC2014 irão falar especificamente sobre o OpenGL, Graham Sellers (AMD), Tim Foley (Intel), Cass Everitt (NVIDIA) and John McDonald (NVIDIA). O objetivo é apresentar os conceitos e técnicas de programação que vão diminuir radicalmente a dependência da CPU e do driver em até 10 vezes. Também serão mostrados demos funcionais. Ao que parece NVIDIA vai se focar no OpenGL para concorrer com o MANTLE.

A Microsoft fará a apresentação sobre o novo DirectX (12?) que vai rodar na nova geração de games e segundo ela será muito mais rápido do que antes devido às técnicas que serão adotadas para eliminar a dependência da CPU e do driver. Microsoft sabe que o DirectX tem 20 anos de idade e tem conduzido a plataforma de games no PC de forma brilhante porém o AMD Mantle é uma belo de um concorrente para ameaçar a sua hegemonia, pois elimina um dos maiores problemas que o DX teve todos estes anos que é a performance estrangulada devido a problemas arquiteturais inerentes do PC. Infelizmente um novo DirectX completamente acelerado poderia ser viável somente numa futura geração de GPUs, podemos não ver em 2014 ainda placas exibindo completamente os benefícios, apenas parcialmente.

O AMD Mantle de imediato já tem o mérito de fazer o mercado de APIs se mexer e sair do marasmo que andava, não se sabe até onde AMD vai conseguir empurrar sua API de baixo nível, mas os efeitos que ela provocou ao entrar no mercado são benéficos para uma gigantesca comunidade gamer, que se beneficiará com custos menores ao longo do tempo, pois suas placas renderão mais do que tradicionalmente seria esperado. Vida longa ao AMD Mantle.

Fonte: Framebuffer

Tagged , , , . Bookmark the permalink.