[Vídeo] Veja o Yotaphone 2, smartphone com duas telas, em ação

YotaPhone 2 é um smartphone no mínimo curioso: com uma tela AMOLED e uma e-ink, sua bateria dura até 50 horas, segundo a Yota Devices, empresa russa que o criou. Mas como é o aparelho em ação? O pessoal do Gizmodo ES testou um YotaPhone 2 durante o Mobile World Congress.

A Yota adicionou a tela e-ink com o objetivo de economizar bateria. A empresa diz que ligamos nossos smartphones em média 200 vezes por dia apenas para verificar notificações. Por isso, as notificações vão para a tela e-ink – ela gasta menos energia do que o display AMOLED de 5 polegadas Full-HD. Veja (e responda!) emails e SMS e até conteúdo em redes sociais, além de aceitar ou rejeitar chamadas, sem precisar ligar o monstro comedor de bateria que é a tela AMOLED.

A promessa de 2 dias de bateria só pode ser cumprida se você evitar usar a AMOLED – ou seja, se concentrar todo o uso do dispositivo apenas na tela e-ink. Difícil, mas não impossível – você pode resumir seu uso no smartphone para as tarefas mais simples possíveis de serem realizadas na e-ink. Mas a AMOLED está lá para as outras coisas. No final, a grande vantagem do Yotaphone 2 é poder escolher o uso ideal para seu momento – quando a bateria estiver perto do fim, ou quando você não estiver próximo a um carregador, fique no básico de responder emails e SMS sem se preocupar em esvaziar completamente a energia do seu aparelho.

É possível combinar o uso das duas telas. Você pode navegar normalmente pela AMOLED – como faz em qualquer Android – e, por exemplo, escolher uma algo para ler. Aperte um botão e a página com a notícia surgirá na tela e-ink. Agora você consegue ler sem gastar tanta bateria do Yotaphone 2.

Mas nem tudo são flores: o Gizmodo ES destaca que a ideia em si é fantástica, mas, na prática, ainda está bem abaixo do prometido. Não é possível transferir qualquer tela da AMOLED para a e-ink . No caso de ler uma notícia, não é só entrar nela pelo navegador do Android e tocar um botão para ela surgir também em forma e-ink. Para isso, você precisa usar apps pré-configurados e pré-instalados, como leitor RSS, Facebook, Twitter, entre outros.

A tela AMOLED em si funciona muito bem, mas a e-ink também deixa a desejar. Os movimentos são limitados e a demora para uma ação ocorrer nela chega a um segundo.

Confira o vídeo abaixo, do Gizmodo ES, com o Yotaphone 2 em ação:

Não há ainda previsão para o lançamento do Yotaphone 2, mas, considerando o tempo levado entre a apresentação do modelo do ano passado e a sua disponibilidade, isso ainda deve demorar – o Yotaphone só começou a ser vendido dez meses após o seu anúncio, e o preço era bem salgado: cerca de US$ 680. [Gizmodo ES]

Fonte: Gizmodo

 

Tagged , , , , . Bookmark the permalink.