YotaPhone 2: este smartphone tem duas telas e bateria que dura até 50 horas

No final de 2012, a empresa russa Yota anunciou o YotaPhone, um smartphone Android curioso com duas telas, uma LCD e uma e-ink. Agora ele ganhou uma nova versão, e ficou muito mais interessante.

O YotaPhone 2 melhorou em vários aspectos. O design, antes quadradão, ganhou muitas curvas e parece muito bom de segurar. A tela principal cresceu para cinco polegadas, passou a usar AMOLED e ganhou resolução Full HD. Na parte de trás, encontramos a touchscreen e-ink de 4,7 polegadas com resolução 960×540.

Por que ter uma segunda tela e-ink? A resposta é autonomia de uso. Ela estará sempre ativa, mas por consumir pouca energia, ela faz a bateria durar até 50 horas.

A má notícia é que a segunda tela não funciona exatamente como a principal. Ela exibe notificações e apps da Yota projetados especificamente para ela – não exibe a mesma interface da tela AMOLED.

A boa notícia é que a empresa oferece um SDK aberto para quem quiser desenvolver apps para a tela e-ink, e está em negociações com Amazon, Google e Barnes & Noble para dar mais impulso às possibilidades desta tela auxiliar.

Por dentro, o YotaPhone 2 possui um competente processador Snapdragon 800 quad-core de 2,3 GHz, além de 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. Ele roda “a versão mais recente do Android”, praticamente sem personalização.

Há uma câmera de 8MP com flash e frontal de 2MP. Ele ainda conta com NFC e carregamento sem fio para a bateria de 2.550 mAh, tudo em uma espessura de 8,9 mm e 140g.

A Yota diz que seu mais novo smartphone chegará às lojas no final de 2014. O preço ainda não foi revelado, mas o YotaPhone original é vendido na Rússia e em alguns países europeus por cerca de US$ 680. [TechCrunch e Pocket Lint]

Fonte: Gizmodo

Tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.