Garoto é baleado e morto por policiais por porte de um controle de Wii

Uma história trágica – e bizarra – aconteceu nos Estados Unidos. Policiais foram até a casa do pai de um jovem de 17 anos chamado Christopher Roupe, para avisá-lo de uma violação em sua condicional. Quem atendeu a porta foi o jovem, mas ao abrí-la, foi recebido com um tiro no peito. Segundo a policial, o tiro foi em autodefesa pois o rapaz estava carregando uma arma. A pegada? Testemunhas afirmam que não era uma arma, e sim um Wiimote, o joystick em formato de controle remoto do Wii.

Apesar do choque pela situação mais do que absurda, a família de Christopher já está entrando com uma ação contra o mal preparo da polícia. “As testemunhas oculares na cena claramente afirmam que ele tinha um controle de Wii em sua mão. Ele ouviu baterem na porta, perguntou quem era e não houve resposta, então ele abriu a porta e, ao fazê-lo, foi imediatamente baleado no peito”, afirma o advogado da família.

Em vez da crença popular de que os videogames lhe instigam a matar, dessa vez só o porte do controle fez um jovem ser morto. E quando você achava que já viu de tudo…

Fonte: GameWorld

Tagged . Bookmark the permalink.