Alguém hackeou o Silk Road 2, site para venda de drogas, e roubou todos os Bitcoins

Más notícias para os amantes das moedas virtuais: alguém hackeou a versão ressuscitada do Silk Road (também conhecida como Silk Road 2) e roubou o dinheiro de todo mundo. E como o dinheiro estava na forma de Bitcoin, não há nenhuma forma de recuperá-lo.

A invasão custou caro: de acordo com o pesquisador de segurança Nicholas Weaver, o hacker roubou 4.474,266 BTC, que valem cerca de US$ 2,7 milhões.

Em novembro, alguém resolveu lançar um clone do Silk Road, que era o maior site anônimo de venda de drogas – e que só aceitava Bitcoins como pagamento. O FBIfechou o Silk Road em outubro, e acusou Ross William Ulbricht – que comandava o site – de tráfico de drogas, invasão de computadores, lavagem de dinheiro e até deencomendar dois assassinatos.

Mas o Silk Road 2 teve outros problemas. O administrador anônimo do site, conhecido como Defcon, confirmou relatos da invasão. Ele culpa um bug no Bitcoin que, nesta semana, fez algumas casas de câmbio interromperem as negociações da moeda virtual.

Defcon também afirma que o hacker roubou não só todos os Bitcoins dos clientes, mas também todos do próprio Silk Road 2. Por isso, o site ficará offline por alguns dias, para fazer alterações na forma como lida com transações.

No entanto, há suspeitas de que o Silk Road 2 não foi hackeado: o site teria aplicado um golpe para roubar dinheiro dos clientes. Vale lembrar que, após a derrocada do Silk Road original, sites concorrentes fecharam as portas e levaram consigo os Bitcoins dos usuários – é o caso do Atlantis e do Project Black Flag.

O preço de um Bitcoin se aproxima dos US$ 300, segundo a MtGox. Ontem, a moeda virtual valia cerca de US$ 500. A queda de preço é comum quando essas coisas acontecem. [Deep Dot Web]

Fonte: Gizmodo

Tagged , , , , . Bookmark the permalink.