Realidade virtual foi o motivo da saída de John Carmack da id Software

Foi meio surpreendente quando John Carmack, co-fundador da id Software, deixou a empresa que lançou Doom em novembro do ano passado. Até agora, a gente não sabia o motivo exato de sua saída.

Mas, em entrevista publicada no USA Today, ficamos sabendo que a razão para Carmack ter deixado a empresa que ajudou a criar foi a realidade virtual, mais especificamente o headset Oculus Rift. Segundo a entrevista, a dona da id Software, a empresa ZeniMax, não estava tão empolgada com o assunto quanto Carmack e não deu abertura ao suporte do Oculus Rift nos próximos jogos da empresa.

Carmack acreditava que os próximos jogos da id, como por exemplo Wolfenstein e Doom 4, seriam os primeiros grandes jogos a ter suporte ao Oculus Rift, ajudando a espalhar essa nova tecnologia por aí. Ele acreditava tanto nessa possibilidade que até passou a trabalhar para a Oculus Rift ao mesmo tempo em que ainda estava na id.

Mas suas tentativas de fazer com que as duas empresas se juntassem não foram apoiadas pela ZeniMax, disse Carmack, o que fez com que ele deixasse a id para se dedicar exclusivamente ao Oculus Rift.

“Quando ficou claro que eu não teria a oportunidade de fazer trabalhos de realidade virtual na id Software, eu decidi que não renovaria meu contrato”, disse Carmack ao USA Today.

Fonte: Kotaku

Tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.