O Malware que se faz passar por anti-malware

Embora não faltem vírus e malware que tentam se aproveitar da vulnerabilidade de certos componentes, na maior parte dos casos o elo mais fraco acaba por ser o utilizador. O vídeo que se segue mostra como um utilizador sem grandes conhecimentos facilmente pode ser incentivado a instalar um programa para proteger o seu computador… quando na realidade se trata do próprio malware que desejaria manter longe da sua máquina.

Dificilmente você iria cair na armadilha de um popup qualquer num site que lhe pedisse para instalar algo: quer fosse um suposto aviso de malware ou da necessidade de instalar um “codec especial” ou “leitor de vídeo” para poder ver alguma coisa que desejasse. Mas não é difícil imaginar que para muitas outras pessoas, isso sejam coisas que se tornem bastante mais difíceis de distinguir entre o que é “legítimo” ou “falso”.

Além disso, muitos destes ataques têm surgido em redes de publicidade que aparecem em sites de confiança, o que tornarão ainda mais complicada essa tarefa. Afinal… se você está visitando um site “de confiança”, inicialmente confia-se no conteúdo que lá está… certo? Nem sempre.

O melhor é irem educando todos os amigos e familiares que puderem estar nestas condições de risco de que nunca deverão instalar nada que seja sugerido ou pedido por qualquer site na internet. Logo, se algo surgir pedindo para que instalem algo – especialmente se for com a desculpa de que é um risco de segurança – deverão tratá-lo como sendo potencialmente falso.

@Aberto até de Madrugada

 

Tagged . Bookmark the permalink.